Mica Condé lança clipe caliente de ‘Pegando Fogo’

Um nome em ascensão no Pop Nacional, Mica Condé lançou nesta sexta-feira, 13, “Pegando Fogo”, terceiro single do o EP “Meu Primeiro Sutiã”. O novo projeto audiovisual da cantora. Em parceria com Arthur Gaboardi, a faixa é mais uma voltada para o empoderamento feminino e todas as fases de transformação de uma mulher. Já o clipe, gravado na Zona Oeste do Rio de Janeiro, fala abertamente sobre sexo, explorando os diversos modos de amar e sentir desejo. O resultado, um vídeo que transborda estilo e substância, uma aventura pop emoldurada por cenas “calientes” de pegações heterossexuais e homossexuais, sedução, fogo, o desejo, perigo e muita sensualidade na cama.

“A letra dessa música traz de forma clara o momento em que um casal começa a se envolver, a ficar, a tirar a roupa e partir para o ato sexual. Mostra uma mulher livre de preconceitos e amarras sociais. Ela está curtindo o momento e se permitindo viver!”, explica Mica sem temer as polêmicas que podem surgir com o hit. “Num primeiro momento acredito que o clipe e a música podem causar um impacto, porque muitas pessoas ainda têm uma visão muito enraizada, ainda mais num país como o nosso, de muitos extremos e enorme. Irá dividir bastante as opiniões”, aposta a cantora.

Com sonoridade que passeia entre o Rap, o Pop e o R&B, e composição assinada pela própria cantora, em parceria Gaboardi e Martinz, “Pegando Fogo” pretende levantar discussões pertinentes que envolvem o empoderamento feminino e a liberdade sexual da mulher. “É importante falar sobre o tema, para que nós mulheres fiquemos mais confortáveis e para quebrar todo o tabu que ainda existe na sociedade.

Importante tocar nesses pontos sensíveis para que muitas mulheres consigam se inspirar e se permitir ter voz, se conhecer e viver”, defende Mica.

E continuou: “A inspiração é dar voz a tantas mulheres que ainda são criadas e ensinadas que não devem se conhecer, se permitir, se tocar. Ainda existe um tabu muito grande com a mulher que é decidida e sabe do que gosta, sabe o que quer, por isso surgiu a ideia central do EP e da música em específico. Mostrar que a mulher pode também ter relações sem querer compromisso, e que devem experimentar suas curiosidades para se descobrir”, conclui a cantora que fora dos palcos, também é advogada.

Veja o clipe de “Pegando Fogo”:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *