Monique Elias leva “Um Sonho Encantado” para crianças quilombolas no Rio de Janeiro.

Na última segunda-feira, 12/10, a empresária e atriz Monique Elias levou um mundo encantado de príncipes, princesas e com os mais famosos personagens infantis para o Quilombo Cafundá Astrogilda. Cerca de 100 crianças quilombolas comemoraram seu dia em grande estilo, “Se essas meninas e meninos não puderam ainda realizar o sonho de ir a Disney, eu e uma equipe linda nos juntamos para trazer esse universo encantador para pertinho deles”, comenta Monique.

Além das crianças quilombolas, várias atrizes mirins foram prestigiar o evento, as artistas Duda Wendling (Verão 90, Cumplice de um Resgate, Valentins), Helena Strada (A Terra Prometida, Uma Escola Demais, Veganitos), Maria Ibraim (Novela Jesus), Alexandre Colman (Dona do Peçado, Ilha de Ferro) e Sofia Vallyn fizeram questão de comparecer na iniciativa que aconteceu na sede do Quilombo em Vargem Grande, Rio de Janeiro.

“Fizemos uma festa com direito a tudo que as crianças gostam, todas aquelas barraquinhas de lanches, brincadeiras, guloseimas e até um musical teatral com direção de Alex Roger levamos para esse evento inédito dentro de um quilombo”, comenta Telma Carvalho, organizadora da festa que recebeu o nome de “Vivendo Um Sonho Encantado”.

Todos os fornecedores do buffet e equipe de entretenimento foram escolhidos a dedos por Monique e Telma, a decoração ficou por conta do renomado Junior Ferraro, o mesmo que realiza as maiores festas de celebridades e personalidades da sociedade do Rio de Janeiro. Tudo isso para levar uma experiência inesquecível aos corações dos pequeninos que nunca haviam participado de uma festa como essa.

“Estou muito feliz e realizada de poder ter feito esse evento, pouca gente sabe que dentro de mim existe uma missão pessoal com relação a filantropia, e é algo que não costumo divulgar. Nós que temos seguidores, admiradores e pessoas que são influenciadas, devemos utilizar essa visibilidade para promover essas sementinhas no coração de outras pessoas, para que exista uma corrente influenciadora do bem, isso me deixa feliz”, finaliza Monique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *