Nasce um fenômeno da música brasileira em Niterói: Conheça LIPE

Nascido na cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, Luiz Felipe Contino Torres Vasquez, conhecido artisticamente como Lipe, hoje com 22 anos, começou a frequentar a igreja desde pequeno, onde passou a ter seu primeiro contato com o que mudaria para sempre o rumo de sua vida: a música.

De alguns anos para cá, o cantor que vem orgulhando a música brasileira com seu estilo único e original que mistura a clássica MPB com o R&B/Pop, já conquistou uma legião de fãs que hoje já contabilizaram mais de 50 milhões de streams em suas músicas, que incluem colaborações incríveis como Crod, Lobo e Da Paz.

Seus primeiros passos para seguir o sonho de se tornar um cantor profissional, foi lançando covers em seu canal no YouTube. Com o sucesso do canal, Lipe então decidiu mostrar sua verdade para o mundo com duas músicas autorais.
Com um carisma que contagia o público, principal o grupo jovem, LIPE lançou em 2018 seu primeiro clipe “Sou Teu Fã”, que com a ajuda dos fãs e amigos, contribuiu para o estouro de sua carreira, ganhando inclusive uma versão acústica com participação do cantor Da Paz, com direito a um clipe gravado de vista para o mar na Villa H em São Francisco, bairro nobre de Niterói. No mesmo ano, o público recebeu de braços abertos o lançamento do seu primeiro EP, intitulado “Pronto para Voar”, que contou com um pocket show com parceria do TT Burguer. Até hoje, a música título é usada sempre na abertura de seus shows, pois descreve bem a trajetória do cantor. O sucesso levantou também musicas como “Rainha sem Rei” e “Tarde Demais”, que fizeram com que LIPE seja um dos cantores revelações daquele ano no melhor da música pop brasileira.

Para quem ainda não o conhece, conte-nos um pouco sobre seu começo no meio musical?

Comecei cantando e compondo na igreja, com 8 anos de idade! Desde ali vi que Deus tinha me dado um dom e que eu tinha sido escolhido, para através da minha voz e minhas composições, espalhar amor.

Recentemente tivemos o lançamento da música “Intenção” do Crod, onde você participou juntamente com Lobo. Como foi trabalhar nesse trio?

Sem palavras. São irmãos que a música me deu e valoriza muito a amizade de ambos. São dois cantores talentosíssimos, isso ajuda e fica fácil de trabalhar (risos)!

Esse ano, você alcançou a marca de mais de 50 milhões de streams em suas músicas. Acha que o LIPE do começo acreditaria que chegaria a essa marca?

Olha, eu busco sempre ser positivo e acreditar nos meus sonhos e nos meus trabalhos! Para mim é um marco grande na carreira e agradeço a Deus por em tão pouco tempo ter alcançado essa meta!

Antigamente, você lançava covers em seu canal no YouTube antes de ter suas músicas autorais. Quais são suas maiores inspirações no cenário musical brasileiro?

No Brasil sempre deixei claro que me inspiro bastante no papai Ferrugem e no meu mano Luccas Carlos. São duas pessoas que admiro e tenho a honra de ter meu trabalho reconhecido por ambos!

Lançado em 2018, seu primeiro clipe “Sou Teu Fã” marcou o estouro de sua carreira. Poderia nos falar um pouco mais sobre a produção dela e como foi o sentimento de lançar uma música própria pela primeira vez?

A produção musical partiu do Meucci e a gravação do clipe foi feita pela MTK, que na época trabalhavam como uma produtora. Foi um momento muito especial para mim, ali eu vi realmente quem acreditava em mim e quem estava disposto a me ajudar na carreira.

Ainda no mesmo ano, o público foi surpreendido com o a chegada do seu primeiro EP, o “Pronto para Voar”, que trouxe várias músicas inéditas para seus fãs. Foi trabalhoso o processo de compor e gravar o projeto? Existem planos para um novo?

É um trabalho especial demais para mim! Foi um pouco trabalhoso por ser 5 músicas, mas no final saiu tudo como eu queria! Ele mostra um pouco da minha essência.

Até hoje a música título do EP é usada sempre no início de seus shows. Qual o significado dela para você?

Ela me lembra e reforça que minha prioridade é Deus e que foi ele quem me deu a oportunidade de viver do que eu amo e de estar ali no palco mostrando um pouco da minha verdade.

Considerado uma das grandes revelações da música pop brasileira, conquistando milhares de fãs. Como é a sua recepção com o público e como foi ver a fama chegando?

Parece meio clichê, mas tenho certeza que os meus fãs são os melhores possíveis. Eles sabem valorizar os pequenos detalhes da vida e estão sempre ao meu lado me apoiando e dispostos a espalhar o amor ao próximo! Acho que ainda tem muita estrada pela frente, mas é incrível saber que milhares de pessoas se sentem melhor ao me escutar, isso para mim é o verdadeiro significado de fama e sucesso.

O ano de 2019 teve um grande marco com o lançamento de “Idas e Vindas”, que em parceria com o grupo MTK virou um hit com mais de 30 milhões de acessos, e entrou em várias playlists do Spotify. Como é a sua amizade com o grupo e como foi essa aproximação?

Primeiro conheci o Meucci no Canadá. O Tasdan eu sabia quem era por ser amigo de um amigo meu e a Ágatha foi através deles, quando fomos gravar “Sou Teu Fã”. Hoje em dia por cada um ter seu trabalho e isso tomar muito nosso tempo, não temos mais tanto contato como antigamente, mas a amizade continua e tenho um carinho muito grande por cada um.

Uma das músicas que mais agradaram seus fãs, chegando até a ouvidos de famosos como Ludmilla foi “Meu Chão”. Que mensagem você quis passar com essa canção e como foi acompanhar a repercussão da mesma?

É uma das minhas preferidas. Uma música que transborda verdade por ser uma história real. Acho que ela caiu nos braços da galera por ser uma história que acredito que a maioria das pessoas se identifica. Todo mundo já sofreu um dia (risos)! Fico muito feliz com a repercussão que ela vem tomando, sou grato demais por isso.

Sabemos que além de cantar, é você quem compõe a maioria de suas músicas. Como funciona o seu processo criativo?

Não sigo muito um método de composição, por mais que hoje em dia eu tenha estudado bastante sobre. Acredito que a composição vai de cada compositor, quem é compositor sabe o que está fazendo, seja contando algo fictício ou real, o importante é sempre ter verdade naquilo que se escreve.

Com as novidades vindo pouco a pouco, chegou a vez de “17 Graus”, que teve seu clipe filmado na cidade de Casimiro de Abreu. A novidade que nos chamou a atenção foi a quantidade de gente envolvida em sua equipe. Como é o trabalho entre vocês e como chegaram a essa formação?

São mais que companheiros de trabalho. Todos ali me ajudam muito e sei que se não fosse por cada um ali eu não estaria onde estou hoje! Foram os que acreditarem mesmo em mim e botaram a mão na massa para fazer acontecer.

Esse ano chegou ao público a música “Lábios de Mel”, gravado nas ilhas e no centro histórico de Paraty. Poderia nos contar um pouco da história dessa música?

Essa é uma composição minha antiga, composta em 2014 ou 2015, não lembro direito agora. Compus ela numa viagem de final de ano com amigos meus! É uma música pura que tem uma essência muito forte!

O que os fãs podem esperar futuramente de você?

Estou sempre em busca de produzir coisa nova para eles porque sei da demanda do mercado, então eles podem ter certeza que estou em busco de mais por eles, sempre! Em primeira mão, posso falar para você que o próximo lançamento é uma releitura de algumas músicas minhas em outra versão! Algo extremamente profundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *